Não Tenha Medo do Escuro

Saudações,

Ontem assisti ao filme Não Tenha Medo do Escuro, terror que foi lançado em 2012 pela Vinny Filmes e que já deve estar nas lojas, em DVD e Blu-ray também. Logo na capa já se tem ideia do que virá pela frente – a frase “GUILLERMO DEL TORO apresenta” antes do título do filme já indica que quem está por trás do projeto é especialista no gênero, ainda mais quando a trama gira em torno de uma criança. Vide O Labirinto do Fauno e A Espinha do Diabo.

Na verdade, a capa já é um resumo do filme: dois atores famosos do segundo escalão de Hollywood (mas não menos talentosos que qualquer outro), o famoso do gênero bancando o projeto (o supracitado Del Toro), o título da obra em letras enormes e em fonte típica de um filmes de terror, o nome do diretor bem pequenininho (já que o cara é novato) e uma arte ilustrada com a imagem (retirada do filme) de uma criança (a protagonista) nas escadarias de uma casa antiga (a decoração já entrega isso). A frase ‘marqueteira’ pode ser descartada, pois não acrescenta nada ao contexto. Mas será que Não Tenha Medo do Escuro é apenas isso ou pode-se encontrar diversão ao colocar o disco no player e ver o filme? Leia mais e descubra…

Para quem tem lá seus 30 anos de idade e viveu o auge do VHS e das sessões de terror na TV aberta, o título original deste lançamento não soa estranho. Don’t Be Afraid of the Dark também é o nome de batismo de uma produção de 1973, que no Brasil ganhou o nome de Criaturas da Noite. Feito para a TV dos EUA, o filme setentista serviu de inspiração para Del Toro, que adquiriu os direitos sobre o texto original no começo dos anos 1990. Nos extras do DVD de Não Tenha Medo do Escuro há uma entrevista do cineasta mexicano. Nela, ele conta detalhes de como ele comprou os direitos, conheceu um dos autores do conto que começou a ideia do filme e levou aí quase duas décadas para adaptar o roteiro. Apesar do trabalho de produção e redação do novo texto, Guillermo não assumiu a direção – cargo que ficou para um novato, Troy Nixey. Para saber mais detalhes sobre os bastidores, sugiro que os interessados vejam os Extras do DVD.

Falando mais sobre a trama do filme, há novos personagens que o novo roteiro incluiu, apesar de a linha central da história ser a mesma da produção de 1973, e algumas mudanças foram feitas para atualizar o cenário. Não Tenha Medo do Escuro tem como protagonista a menina Sally (vivida pela simpática Bailee Madison), que acaba chegar à casa de seu pai, Alex (Guy Pearce), para passar uns tempos com ele. Alex vive com Kim (Katie Holmes), com quem divide a cama e o trabalho também. Eles estão restaurando uma velha mansão que pertenceu ao artista Emerson Blackwood. Fato curioso é que o antigo proprietário da casa morreu em circunstâncias bizarras, depois que seu filho desapareceu nos porões do local.

Curiosa como toda criança é, Sally começa a explorar os arredores da mansão e encontra uma claraboia escondida. Abaixo dela fica o escritório de Blackwood, cuja porta estava oculta por uma parede e trancada. Obviamente, os herdeiros não queriam que ninguém mais entrasse lá depois dos eventos ocorridos no passado. Aviso dado, é claro que a graça está em não ligar para ele e continuar a investigar o cômodo. Sally ouve certos ruídos em um tipo de lareira e resolve desparafusar uma grade de ferro que lacrava o espaço. Ao fazer isso, a menina liberta algo que os Blackwood haviam tentado isolar – uns pequenos demônios, que não vão descansar enquanto não saciarem sua fome e um sacrifício não for feito.

Apesar de todo o ambiente ao redor da história ser ligado à escuridão, não se trata de um filme escuro na forma literal. Na verdade, é bastante focado no fato de se tratar de um lugar antigo sendo restaurado, em ambientes mais classudos e com muito espaço. Acredito que se fosse Del Toro o diretor, não teria sido esse o caminho da arte do filme. Todavia, não ficou ruim o trabalho de Nixey. O filme tem bastante clima, a história rende e aquela sensação de pavor infantil que os filmes de Guillermo têm está presente, com menor intensidade.

Não Tenha Medo do Escuro é um terror simpático, com pouco sangue e muita tensão, que prende a atenção do começo ao fim. Vi e recomendo, sem dúvida. Veja aqui o trailer.

Nota: 7 de 10.

~ por andre1979 em 25/07/2012.

Uma resposta to “Não Tenha Medo do Escuro”

  1. Que legal! A foto do Vhs foi em que tirei! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 99 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: