8. Halloween II de Rob Zombie

Ficha Técnica

Nome nacional: H2: Halloween II ou simplesmente Halloween 2

Nome original: Halloween II

Ano de produção: 2009 (estreou em 28/08/2009)

País de produção: EUA

Direção: Rob Zombie

Roteiro: Rob Zombie

Elenco: Malcolm McDowell, Scout Taylor-Compton, Tyler Mane, Danielle Harris e Sheri Moon Zombie

Duração: 105min

Distribuidora: PlayArte

 

Resenha:

Depois de recontar a história de um clássico do terror, Rob Zombie encontrou mais material para continuar a saga de Michael Myers, assim como Rick Rosenthal fez em 1981. Ambos os filmes partem exatamente do final do primeiro e continuam a história quando Laurie Strode vai para o hospital, enquanto Myers, que está morto (mas nem tanto), é conduzido para o morgue por dois motoristas de inteligência um tanto duvidosa. E, assim como antes, as similaridades terminam aí. Deste ponto em diante, Zombie reescreve do seu modo Halloween 2.

Como em sua versão do primeiro Halloween o filme mostra que Laurie Strode é a irmã caçula de Michael Myers e que toda a matança que ele realiza é feita por que Myers quer voltar para casa e reencontrar sua irmãzinha, este filme não possui o mesmo mote que a versão de 1981, em que o espectador não sabe da história toda. Com isso, Zombie tem muito mais liberdade para criar um novo desenrolar para o novo encontro entre os irmãos.

Halloween 2 começa, como já dito há pouco, no final do primeiro filme. Logo em seguida à fuga de Myers do furgão do necrotério, o cenário passa a ser o hospital em que Laurie está internada. Lá, Myers procura a garota e quer encontrá-la a todo o custo, exterminando, de forma muito violenta (marca registrada de Zombie) quem estiver em seu caminho. Porém, quando tudo parece ser o fim da linha para Laurie, ela desperta, um ano depois do primeiro ataque e tudo não passou de um pesadelo. Laurie vive à base de medicação e terapia depois de tudo o que passou.

Quem também ganhou nova cara é o Dr. Loomis, apesar de ele ser interpretado novamente por Malcolm McDowell. Aqui, o psiquiatra que presenciou toda a carnificina escreveu um livro e deixou a medicina de lado para viver na publicidade da publicação e de palestras em universidades.

Com os pesadelos aumentando, provocando crises durante o dia, Laurie passa a recordar momentos dos quais não se lembrava e começa a juntar as peças de sua origem, o que dá o link para que ela – e o espectador – possam acompanhar o desfecho desta nova reunião familiar dos Myers.

Um ótimo filme, muito bem escrito e executado, sustentado pela inserção do mesmo nível de brutalidade do filme anterior e a repetição do elenco para dar a sensação de que os filmes 1 e 2 são partes de um só conjunto. Dois aspectos interessantes merecem destaque: os constantes flashbacks da infância dos irmãos Myers e a progressiva perda da razão da protagonista. Quase tão bom quanto o anterior.

 

Nota: 8,5

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s