27. Arraste-me Para o Inferno

Ficha Técnica

Nome nacional: Arraste-me Para o Inferno

Nome original: Drag Me To Hell

Ano de produção: 2009

País de produção: EUA

Direção: Sam Raimi

Roteiro: Sam Raimi e Ivan Raimi

Elenco: Alison Lohman, Justin Long, Lorna Raver, Dileep Rao, David Paymer

Duração: 99min

Distribuidora: Universal

Resenha:

Desde que realizou o curta-metragem Within the Woods, em 1978, o cineasta Sam Raimi sempre mostrou ter uma ótima mão para os filmes de terror. Exemplos disso são Evil Dead – A Morte do Demônio e seus dois derivados (cuja origem é o curta de que eu comecei a resenha falando), Darkman – Vingança Sem Rosto (apesar de não ser terror absoluto, tem traços marcantes do gênero) e O Dom da Premonição. A câmera alucinada de Raimi e os sustos que ele provoca no público são sua assinatura, e isso vale também para outras produções que ele dirigiu e que são sucesso incontestável, como a trilogia do Homem-Aranha e o faroeste Rápida e Mortal. Arraste-me Para o Inferno não foge ao estilo de seu autor e me agradou muito quando o vi pela primeira vez, na cadeira do cinema.

Christine Brown (Alison Lohman) é uma garota que trabalha em um banco no setor de empréstimos e sente que sua vida está estagnada ao lado de seu noivo, Clay Dalton (Justin Long). A maior ambição de Christine é conseguir o posto de assistente do gerente do setor, mas para chegar lá ela tem a concorrência nem sempre leal de um colega, que também almeja a vaga.

Depois de um dia comum de trabalho, a moça decide ir conversar com seu chefe sobre a possível promoção e ela percebe que o que o cargo precisa é de alguém que saiba dizer não ao cliente quando isso não for interessante para a empresa – algo que ela tem muita dificuldade em fazer, já que ela sempre fica emotiva ao ouvir as tristes histórias das pessoas que vêm pedir dinheiro ao banco. Decidida a mudar, Christine tem pela frente Silvia Ganush, uma senhora de bastante idade que precisa de dinheiro para não ser despejada. Para impressionar o chefe, a garota acaba com as esperanças da idosa logo de cara. Se Christine soubesse o que lhe esperava depois desse sonoro “não”, jamais teria sido ambiciosa demais: Silvia é uma bruxa cigana e joga na moça uma antiga maldição.

Apesar de não acreditar em “superstições” e notar que sua ação a colocou mais perto da promoção, Christine começa a sofrer as consequências da bruxaria e tem pesadelos e visões aterradoras. Com a ajuda de seu noivo, ela começa a investigar e descobre que em pouco tempo ela será sugada para o inferno por um demônio ancestral.

Arraste-me Para o Inferno é uma ótima produção de terror, reunindo todas as características que agradam ao fã do gênero: é alucinante, tem momentos nojentos, tensão do começo ao fim, uma dose não muito exagerada de violência e muitos sustos. Um trash com estilo para ser visto muitas vezes!

Antes da nota, mais algumas fotos:

Nota: 9

Agora, um regalo para o leitor para me desculpar pelos atrasos nas postagens, que me comprometi a serem diárias: o curta-metragem Within the Woods, de Sam Raimi, que originou a série The Evil Dead. Infelizmente, só achei com legendas em espanhol.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s