37. Herança Amaldiçoada

Ficha Técnica

Nome nacional: Herança Amaldiçoada

Nome original: Kyôfu

Ano de produção: 2010

País de produção: Japão

Direção: Hiroshi Takahashi

Roteiro: Hiroshi Takahashi

Elenco: Yôko Chôsokabe, Mina Fujii, Momoko Hatano

Duração: 93min

Distribuidora: Paris Filmes

 

Resenha:

Como sou fã dos filmes de terror asiáticos, dos japoneses em maior parte, fiquei muito contente de receber Herança Amaldiçoada em DVD para assistir. A trama é bem interessante e tem ótimos momentos de tensão, muito clima (típico dos famosos exemplares do J-Horror – apelido do subgênero que se criou para este tipo de produção de terror) e várias reviravoltas no roteiro. Hiroshi Takahashi faz sua estréia na direção de películas de terror neste filme, mas já é bastante conhecido na função de roteirista – ele é o autor dos textos de pérolas como Ringu (versão original de O Chamado), Ringu 2 e Ringu 0, sequel e prequel do primeiro filme. O que isso tudo quer dizer? Simples, o cara entende.

Kaori é uma garota aparentemente normal, que leva a vida como qualquer adolescente comum no Japão, sempre ao lado de seus amigos. Ela tem um passado obscuro, de que ela não se recorda completamente, mas com um personagem de quem ela nunca se esquece – sua irmã, que desapareceu. Depois de ter uma visão de sua irmã, a jovem decide procurá-la. Para isso, ela recorre à ajuda de sua mãe, um neurologista que vive reclusa em sua clínica.

O que Kaori não tem ideia é de que sua mãe e seu pai estão diretamente envolvidos com o sumiço da irmã dela e que na clínica da família são conduzidos experimentos neurológicos com a implantação de chips no cérebro dos pacientes. A meta de tais experiências é a de fazer com que os internos consigam fazer contato com outra dimensão além da realidade.

Ao chegar ao local de trabalho de sua mãe, Kaori e seus amigos conhecem a clínica e tudo parece normal. Isso, até que a jovem e seus amigos são sequestrados para se tornarem os próximos a experimentar tal “tecnologia”. Depois de ter o tal chip colocado em seu cérebro, Kaori começa a ter visões cada vez mais constantes de sua irmã e passa a não saber mais se está vivendo na realidade ou em um pesadelo constante.

Herança Amaldiçoada é um filme muito interessante, que mexe com um lado da ciência que muita gente desconfia que exista, mas que nunca se comprovou ser real – o uso de cobaias humanas para experimentos científicos bizarros. O filme também toca no tema das realidades e dimensões paralelas, habitadas por fantasmas (ou espíritos) e o contato com tais mundos feitos da nossa realidade. Enfim, um filme interessante, com a assinatura de um dos grandes autores do gênero. Pode ver sem (ou com) medo.

 

Nota: 7,5

Um comentário em “37. Herança Amaldiçoada

  1. Filme raro de se ver. Só uma ratificação sobre o conceito desenvolvido no roteiro que tende a confundir e desfazer a proposta do autor, já que nossa cultura platônica religiosa adora separar as coisas: não se trata de dimensões “além da realidade”, mas da própria realidade que não percebemos por completo, por sermos limitados. Daí o “jailbreak” do cérebro.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s