Crimson – A Cor do Terror

Crimson - A Cor do Terror
Crimson - A Cor do Terror

Ficha Técnica:

Nome nacional: Crimson – A Cor do Terror

Nome original: L’Homme a La Tete Coupê ou Las Ratas no Duermen de Noche

Ano de produção: 1976

País de produção: Espanha

 

Direção: Jean Fortuny

Roteiro: Jean Fortuny, Marius Lesoeur e H.L. Rostaine

Elenco: Paul Naschy, Silvia Solar e Olivier Mathot

Duração: 88min

Distribuidora: Vinny Filmes

 

Resenha:

Mais um dos raros exemplares da Coleção Clássicos do Terror, da Vinny Filmes, Crimson – A Cor do Terror é um daqueles filmes ‘a la Frankenstein’ que têm como mote as peripécias de um cientista louco que cria um monstro que sai do controle.

Com direção do pouco conhecido – para nós, ao menos – Jean Fortuny e estrelado por Paul Naschy, Crimson é um filme trash até que bem produzido e bem contado.

Naschy é um dos atores de nicho que fez muito sucesso entre as décadas de 1970 e 1980 trabalhando com Jesus Franco e seus camaradas do Eurotrash. Neste filme, ele está muito bem no papel de um criminoso que é baleado depois de um crime e é salvo por um experimento realizado com sucesso por seu médico. Se antes o bandido já era perigoso, depois que passou a ter impulsos assassinos incontroláveis ele ficou ainda pior.

Não dá para falar muito mais da história, pois ela é exatamente isso o que eu já escrevi. O espectador pode contar com tudo o que os outros filmes da coleção propõem: sexo, nudez, sangue e cenas bem toscas. No caso de Crimson, um pouco melhor produzido. Gostei.

 

Nota: 7

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s