Manipulador de Cérebros

Lançado em DVD pela Paris Filmes

Ficha Técnica

Nome nacional: Manipulador de Cérebros

Nome original: The Killing Room

Ano de produção: 2009

País de produção: EUA

Direção: Jonathan Liebesman

Roteiro: Gus Krieger e Ann Peacock, baseado na história de Gus Krieger

Elenco: Nick Cannon, Clea DuVall, Timothy Hutton, Peter Stormare, Chloe Sevigny e Shea Whigham

Duração: 93min

Distribuidora: Paris Filmes

Resenha:

Já tem algum tempo que o DVD de Manipulador de Cérebros está na minha caixa de filmes para ver e eu ainda não tinha tido a ‘coragem’ para coloca-lo no player. No último final de semana, resolvi pegar a tal caixa e começar a assistir aos selecionados. O primeiro que escolhi foi, obviamente, o título desta resenha – e não me arrependi. Na verdade, o arrependimento foi por ter deixado este bom filme de lado até agora.

Dr. Phillips e os quatro voluntários

Manipulador de Cérebros é um thriller com boas doses de terror que tem como tema um experimento secreto realizado por uma agência ligada ao governo dos EUA sobre o controle da mente. Não pensem que isso tem a ver com lavagem cerebral, hipnose ou qualquer coisa relacionada ao assunto. O negócio é mais intenso: coloca-se um grupo de pessoas em uma sala, sem que eles saibam o que vai acontecer e, de repente, todos se encontram em uma situação extrema, de vida e/ou morte.

O teste para a novata entrar no projeto

Terceiro longa-metragem de Jonathan Liebesman (os dois primeiros foram No Cair da Noite e O Massacre da Serra Elétrica: O Início), esta produção chama a atenção pela simplicidade com que o diretor a conduz, pelo roteiro bem amarrado e com tema sempre atual, e pelo cenário – que se limita em grande parte do tempo a duas salas, aquela em que os enclausurados ficam e outra em que ficam os condutores do experimento.

Situação tensa dentro da sala

A história é bem direta com relação ao tempo e ao espaço e quase não reserva reviravoltas. Tudo começa com a Dra. Emily Reilly (Sevigny) chegando ao departamento do Dr. Phillips (Stormare) para fazer um teste para integrar a equipe. Ela recebe as filmagens de um experimento e tem como meta usar suas habilidades – Emily é especialista em reconhecer padrões de comportamento pelas expressões faciais – para analisar os pacientes voluntários de um experimento. Só que as imagens revelam muito mais do que ela esperava ver: Phillips recebe os quatro voluntários em uma sala e, de repente, saca uma arma e mata um deles. Ele sai da sala e deixa os três sobreviventes isolados com o cadáver para lidar com a situação caótica. Emily é então forçada a dar suas opiniões acerca do que se passa nas horas seguintes e a descobrir que tipo de experimento está sendo realizado. As reações da médica e dos pacientes dão o tom tenso e surpreendente da situação.

Qual o limite da mente humana em situação de perigo?

Manipulador de Cérebros é abertamente e declaradamente inspirado por documentos sobre experimentos reais desenvolvidos pela CIA décadas atrás – o MK Ultra, entre outros – sobre o comportamento e o controle da mente. Violento, inusitado e simples, o filme é uma pedida interessante para quem quer sair do comum das produções de terror, caminhando para o lado mais intelectual da coisa. Recomendo.

Nota: 8

~ por andre1979 em 23/02/2012.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: