O Enigma de Outro Mundo – As versões de 1982 e 2011

Saudações,

Recentemente, assisti ao filme O Enigma de Outro Mundo, lançamento da Universal que chegou às locadoras em junho, em DVD e Blu-ray. Fiz uma rápida pesquisa no Google antes de ver o filme e vi que tem muita gente dizendo que se trata de um remake, enquanto outros falam sobre ser uma versão diferente da mesma trama. Bom, acertou quem falou que o lançamento é uma ‘prequel’, ou seja, uma trama que se passa antes dos eventos do filme de 1982, de mesmo título, mas dirigido por John Carpenter.

Kurt Russell em ação

Tanto o filme de 1982 como o de 2011 são baseados em textos de John W. Campbell, conhecido autor norte-americano de ficção científica. O Enigma de Outro Mundo, versão de 2011, também conhecido pelo nome A Coisa (tradução literal do nome original, The Thing), tem origem no conto Who Goes There?, que já havia sido adaptado em 1951 sob o nome O Monstro do Ártico e que também deu origem ao filme de Carpenter, cujo roteiro foi escrito por Bill Lancaster (sim, filho do célebre ator Burt Lancaster). O roteiro de 2011 foi escrito por Eric Heisserer, mesmo autor de Premonição 5 (eca!) e da nova versão de A Hora do Pesadelo (boa!), lançada em 2012. A protagonista do filme, Mary Elizabeth Winstead, poderá ser vista em Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros, que estreia no segundo semestre no Brasil, e já atuou em Scott Pilgrim Contra o Mundo (nunca vi) e em À Prova de Morte, de Quentin Tarantino (show!).

O filme de 1982, dirigido, como já disse há pouco, por John Carpenter, tem como protagonista o ator norte-americano Kurt Russell, famoso por outros trabalhos ao lado do cineasta, como Fuga de Nova York, Os Aventureiros do Bairro Proibido e Fuga de Los Angeles, e que hoje está um pouco mais distante dos holofotes. Entre seus últimos (bons) trabalhos estão o suspense de ação Breakdown e À Prova de Morte.

A curiosidade matou… os cientistas

Agora vem a parte complicada. Como falar das histórias dos filmes sem estragar a diversão de quem os assistirá? Se você está lendo esse texto e prestando atenção, já notou que uma das primeiras informações que dei a respeito de O Enigma de Outro Mundo de 2011 é o fato de o script tratar de situações anteriores à trama de O Enigma de Outro Mundo de 1982 – logo, se você já viu o mais antigo, já sabe como terminará o mais novo. Mas será que isso atrapalhará a diversão de quem tiver com vontade de ver os filmes? Proponho um exercício: vamos recapitular então um pouco sobre o filme de John Carpenter para depois falar da produção recente assinada por Matthijs van Heijningen Jr. (quem?). Pode ser? Vamos lá, prometo não falar de mais.

Inverno de 1982, Antártida. Um helicóptero carregando um atirador caça um cachorro/lobo branco pelo território gelado. O animal consegue escapar habilmente do caçador, correndo pela neve até chegar a uma base científica dos EUA. O helicóptero pousa e o homem desce armado, gritando em norueguês, sem que os habitantes da base entendam nada. Mesmo com muita gente na frente, o atirador dispara contra o bicho e acerta o que estiver em sua frente. Forçados a reagir, os norte-americanos acabam por matar o caçador e o piloto da aeronave, e explodem o helicóptero. O lobo fica são e salvo e passa a viver na base, junto dos outros animais criados pelo grupo de cientistas. Porém, o bicho não é um ser comum, como os homens descobrem da pior maneira possível.

Tão bonitinho…

Este foi o começo do filme de Carpenter. Agora, vai o final do filme do cara de nome difícil.

O que era para ser uma descoberta arqueológica acabou se tornando um desastre

Inverno de 1982, Antártida. Depois de uma descoberta incrível e de desdobramentos inesperados e mortais, uma base de pesquisa norueguesa é destruída por uma paleontóloga norte-americana, supostamente a única sobrevivente dos eventos que deram origem a tanta destruição e morte. Supostamente, pois além dela um lobo, carregando a semente daquilo que gerou o caos na base e dizimou os cientistas, conseguiu escapar.

É isso. Se eu for além, estrago a diversão. Tanto o filme de 1982, que é considerado por muitos uma produção cult de Carpenter, como o de 2011, um tanto deixado de lado pela mídia, são altamente recomendados. Se o oitentista prima por um clima tenso e personagens caricatos e um ar meio trash, o mais recente tem ótimos efeitos, muito sangue e gore, e uma protagonista que leva o filme numa boa.

Nota: 9/10 para os dois, na minha humilde opinião.

4 comentários em “O Enigma de Outro Mundo – As versões de 1982 e 2011

  1. […] O Enigma Do Outro Mundo (The Thing) Gênero: Terror/Ficção Científica – Origem: EUA/2011 – Direção: Matthijs Van Heijninger Jr. – Elenco: Mary Elizabeth Winstead, Adewale Akinnuoye-Agbaje, Joel Edgerton – Duração: NF – Classificação Indicativa: NF – Data de Entrega: 20 de setembro Nas Lojas, em DVD e Blu-ray, Universal SAIBA MAIS CLICANDO AQUI […]

    Curtir

  2. Estou assistindo o de 1982 e tava com a impressão de que era uma continuação, e só aqui percebi que o de 2011 é um prequel do de 1982, Kurt Russel tá gatinho nesse filme, mas tem razão, ambos são ótimos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s