Não Adianta Rezar

A vida de Anna finalmente está entrando nos eixos. Traumatizada depois de um conturbado divórcio e de uma intensa luta para se livrar de sua dependência química, ela finalmente vai se mudar de casa com o novo marido e com a filha. No entanto, o misterioso espírito de uma freira não quer que ela vá embora, e fará de tudo para que Anna jamais saia da casa em que está. Começa, então, uma intensa batalha para que ela consiga se livrar do mortal espírito da irmã Margaret Catherine. Não demorará até que ela perceba que, neste caso, rezar não vai adiantar.

Crianças Malignas

Rose e Albert não podiam estar mais felizes. Ela estava esperando a primeira filha do casal, e os dois acabavam de se mudar para uma bela e aparentemente pacífica casa. Sete anos depois, contudo, eles amargam a morte recente de suas duas filhas, mortas em um acidente doméstico. Após um ano, a dor parece não ceder, e eles precisam encontrar uma maneira de enfrentar o sofrimento. Porém, há uma sombria história sobre a casa e sobre as duas filhas do casal, e eventos inexplicáveis e aterrorizantes passam a atormentar Rose e Albert ainda mais. As lindas lembranças sobre suas filhas logo darão espaço ao mais puro horror, e eles terão que lutar por suas próprias vidas para escapar da fúria maligna de duas almas vingativas.

A Floresta das Almas Perdidas

A “Floresta das Almas Perdidas” é uma zona florestal densa e remota, o local de Portugal mais popular para a prática do suicídio. Numa manhã de verão, dois estranhos encontram-se por acaso no coração da floresta. Ricardo (Jorge Mota) é um pai de família triste e deprimido, que perdeu a vontade de viver quando a sua filha mais velha Irene (Lília Lopes) se suicidou no lago glacial que existe escondido na floresta. Carolina (Daniela Love) é uma jovem excêntrica e instável, que acha que tudo o que é relacionado com a morte é divertido, desde os livros de Virginia Woolf à música de Elliott Smith. Como o seu encontro inesperado os deixou constrangidos de ali estarem, os dois decidem adiar os seus suicídios e irem passear pela “Floresta das Almas Perdidas” e ver o que lá podem encontrar. Na sua caminhada vão se conhecendo e ficando amigos: mas um deles não está sendo honesto.

A Armadilha

Cinco anos depois de causarem um terrível acidente, que deixou uma garota com graves sequelas, um grupo de amigos é convidado para uma festa celebrando o aniversário de formatura do segundo grau. O evento acontece em uma casa de campo, um lugar distante da cidade. O que eles não sabem é que todos os convidados estão na lista de um maníaco assassino, que está em busca de vingança e transformará a festa em um verdadeiro inferno.

6 Minutos Para Morrer

Em uma pequena cidade por volta de 1860, um menino perde a vida. Ele entra em um mundo que o preparará e reencarnará para sua próxima vida. A escuridão maléfica leva o menino às profundezas. Quatro guardiães são enviados para resgatá-lo, mas eles têm pouco tempo para conseguir salvá-lo.

Circus Kane – O Circo dos Horrores

É ruim mas é bom… Soa como um clichê e cai como uma luva ao mesmo tempo. Brincadeiras à parte, Circus Kane é divertido. Não é um filme feito para assustar, apesar de ter alguns ‘jump-scares’ aqui e acolá, e sua grande virtude é ser escrachado, copiando de forma bastante clara diversas referências e, apesar de ser independente ao extremo e ter um orçamento bem enxuto, não falta sangue e gore. Falando das cópias, há conceitos claros de origem na franquia Jogos Mortais, assim como há também ao Pennywise. Cria-se, em oposição a isso, algo original no que diz respeito a toda a lenda ao redor do Balthazar Kane, que é o idealizador da brincadeira e tem sua trajetória bem contada e ele é a estrela do filme.