O Mistério do Convento

Baseado em eventos verdadeiros. Aesha vai para um apartamento isolado em Kent depois que sua mãe aluga o imóvel para que ela possa estudar. Na noite em que Aesha é visitada por uma freira na porta da sua casa, a inusitada aparição começa a mostrar suas verdadeiras intenções à medida que a noite se desenrola. Enquanto a freira continua incomodando Aesha na porta, o medo começa a aparecer.

Ma

Quando Maggie aborda Sue Ann para comprar bebidas alcoólicas para ela e seus amigos, a solitária mulher vê uma chance de ter suas próprias – mais jovens e desavisadas – amigas. Mas, à medida que a hospitalidade de Ma – como Sue Ann exige ser chamada – começa a se tornar uma obsessão, o que começou como um sonho para os adolescentes se transforma em um pesadelo aterrorizante, e o porão de Ma passa de “melhor lugar da cidade” para o “pior lugar do mundo”.

A Morte te Dá Parabéns 2

Dois anos após reviver o dia de sua morte várias vezes, Tree acredita estar finalmente livre desse pesadelo até que se vê novamente no meio de um loop. Mas dessa vez, tudo está diferente, o assassino é outro e os alvos também. Além de se preocupar em salvar a sua própria vida, Tree terá que salvar a vida de seus amigos e do seu namorado Carter na tentativa de acabar com isso de uma vez por todas.

A Maldição da Chorona

Mais uma produção mediana a entrar no rol de membros da franquia A Invocação do Mal, assim como A Freira. Não é preciso sequer fazer um esforço para perceber que tudo é meio plástico, pasteurizado, fabricado para ter uma identidade visual, literalmente franqueado ao primeiro filme. A fotografia, escurecida artificalmente, dá a sensação de que nunca é dia. Os movimentos de câmera e certos enquadramentos lembram muito A Morte do Demônio – visualmente, digo, longe de ser uma nota positiva. Na metade do filme, tive a sensação de que qualquer coisa, a qualquer minuto poderia ser motivo para um pulo – o que é péssimo, já que a história seria o suficiente para gerar a tensão. Recursinho barato e feito para satisfazer quem foi ao cinema só para tomar um susto.

Magia Negra

Bill e Ashley DiAngelo parecem ter tudo. Eles se mudam para Cingapura, um paraíso de verdade, e um bebê está a caminho. Mas uma tragédia acontece quando Ashley perde o bebê e mergulha em uma profunda depressão. Sem o conhecimento de Bill, Ashley decide que a única maneira de “ficar” com seu filho é se envolver na prática ocultista do sudeste asiático de criar seu próprio “filho fantasma”. De volta à América, com um novo bebê a caminho, a maldição ressurge e desencadeia um terrível mal sobre todos na casa.